Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1104
Tipo documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Perfil nutricional e inflamatório de indivíduos com presença e ausência de síndrome metabólica
Autor(es): Drescher, Wanderson Hugo
Orientador(a): Feres, Naoel Hassan
Membro da Banca: Feres, Naoel Hassan
Membro da Banca: Volp, Ana Carolina Pinheiro
Membro da Banca: Bering, Tatiana
Resumo : Diversos estudos têm documentado a associação entre inflamação e desfechos metabólicos e fisiológicos. Há evidências que na Síndrome Metabólica (SM), representada por alterações na glicemia, nos lipídeos e na pressão arterial, existe ligação estreita com os processos inflamatórios e ao estresse oxidativo. O Fator Inflamatório (FI) da dieta é uma ferramenta para avaliar seu potencial inflamatório. O objetivo foi descrever o perfil nutricional e inflamatório de servidores públicos de uma universidade de Cuiabá-MT, com presença e ausência de síndrome metabólica. Trata-se de um estudo transversal, com 20 adultos de ambos os sexos, participantes do projeto Cárdio-UFMT. O consumo alimentar foi avaliado a partir da média de 3 recordatórios de 24h, sendo o FI da dieta calculado a partir do IF RATING SYSTEM™. A resistência insulínica (RI) foi avaliada pela classificação de HOMA-IR. Para diagnóstico de SM considerou-se o critério do NCEP-ATPIII (2001). Dados secundários foram coletados dos prontuários de atendimento. Para análise estatística utilizou-se SPSS, versão 17.0 (frequências absolutas, médias e desvio padrão), teste Shapiro Wilk e o teste t de student (p<0,05). Idade média da amostra estudada foi 43,95±10,1 anos, sendo 55% do sexo masculino, 95% com excesso de peso e 90% apresentou dieta inflamatória, ambos maiores no sexo masculino. A prevalência de SM, RI e inflamação foi de 45%, 75% e 100%, respectivamente. Conclui-se que o estudo evidencia a grande prevalência de excesso de peso, RI, SM, inflamação e o FI da dieta elevado, sendo fatores de risco para doenças crônicas.
Resumo em lingua estrangeira: Several studies have documented the association between inflammation and metabolic and physiological outcomes. There is evidence that in the Metabolic Syndrome (MS), represented by changes in glycemia, lipids and blood pressure, there is a close connection with inflammatory processes and oxidative stress. The Inflammatory Factor (IF) of the diet is a tool to evaluate its inflammatory potential. The objective was to describe the nutritional and inflammatory profile of public servants of a University of Cuiabá-MT, with presence and absence of metabolic syndrome. It is a cross-sectional study, with 20 adults of both sexes, participants in the Cardio-UFMT project. The food consumption was evaluated from the average of 3 24-hour recalls, the IF of the diet being calculated from the IF RATING SYSTEM ™. Insulin resistance (IR) was assessed by the HOMA-IR classification. For the diagnosis of MS, the NCEP-ATPIII criterion (2001) was considered. Secondary data were collected from care records. Statistical analysis was used SPSS, version 17.0 (absolute frequencies, means and standard deviation), Shapiro Wilk test and student t test (p <0.05). Mean age of the sample studied was 43.95 ± 10.1 years, 55% were male, 95% were overweight and 90% presented an inflammatory diet, both of which were larger in males. The prevalence of MS, IR and inflammation was 45%, 75% and 100%, respectively. It is concluded that the study shows the high prevalence of overweight, IR, SM, inflammation and IF of the high diet, being risk factors for chronic diseases.
Palavra-chave: Índice inflamatório
Dieta
Síndrome metabólica
Palavra-chave em lingua estrangeira: Inflammatory index
Diet
Metabolic syndrome
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Nutrição (FANUT)
Programa: Nutrição - CUC
Referência: DRESCHER, Wanderson Hugo. Perfil nutricional e inflamatório de indivíduos com presença e ausência de síndrome metabólica. 2019. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) – Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Nutrição, Cuiabá, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1104
Data defesa documento: 12-Feb-2019
Aparece na(s) coleção(ções):Nutrição - Bacharelado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_2019_Wanderson Hugo Drescher.pdf730.97 kBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.