Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1182
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorGomes, Helena dos Santos Castro-
dc.date.accessioned2019-06-17T14:31:00Z-
dc.date.available2019-04-11-
dc.date.available2019-06-17T14:31:00Z-
dc.date.issued2019-04-11-
dc.identifier.citationGOMES, Helena dos Santos Castro. Medidas preventivas à transmissão vertical/sexual do zika vírus adotadas por gestantes assistidas pela estratégia da saúde da família. 2019. 53 f. TCC (Graduação em Enfermagem) – Universidade Federal do Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia, Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde, Barra do Garças, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://bdm.ufmt.br/handle/1/1182-
dc.description.abstractThe incidence of Zika virus (ZIKV) infection causes increased care for pregnant women, due to the imminent risk of the incidence of microcephaly, the most harmful consequence of Congenital Syndrome caused by Zika Virus. Vertical or perinatal transmission occurs via vector and implies effective use of preventive measures in the course of gestation in a correct and continuous way. The objective of this study was to identify the preventive measures against ZIKV infection used by pregnant women who use prenatal care. Thus, a descriptive and exploratory research with a quantitative approach was carried out. Participants were 42 pregnant women users of the prenatal service units of the municipality of Pontal do Araguaia-MT. A semi-structured interview was used as an instrument for data collection. The statistical treatment of the data was from tabulation organized in Microsoft Excel® 2010, from semi-structured interviews. Thus categorized, characterization of pregnant women and preventive measures used by pregnant women against ZIKV infection. The pregnant women were predominantly young, 24.4 years old on average, with full primary education, in the home, in stable marital status, experiencing the first unplanned and unwanted gestation, family income lower than a minimum wage. Most use repellent and backyard cleaning as a preventive measure against ZIKV infection. However, one-third of pregnant women do not use any measures. None use the condom as a way to prevent sexual transmission of the virus, although they live in an endemic Dengue area and are a prenatal user. It is concluded that the prevention of SCZV is frail. Socioeconomic vulnerability, timid and nonspecific actions of reproductive planning, preconceptional orientation actions, stable union linked to non-use of condoms are risk factors for the sexual and vectorial transmission of ZIKV. It is urgent to popularize information on preventive measures to vertical transmission of ZIKV.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Geraldo Silva (gerald@bol.com.br) on 2019-06-17T14:31:00Z No. of bitstreams: 1 TCC_2019_Helena dos Santos Castro Gomes.pdf: 2150193 bytes, checksum: 431a79a710bfbe5e64d2347dfa0dc6f3 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-06-17T14:31:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC_2019_Helena dos Santos Castro Gomes.pdf: 2150193 bytes, checksum: 431a79a710bfbe5e64d2347dfa0dc6f3 (MD5) Previous issue date: 2019-04-11en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Mato Grossopt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.titleMedidas preventivas à transmissão vertical/sexual do zika vírus adotadas por gestantes assistidas pela estratégia da saúde da famíliapt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Pereira , Queli Lisiane Castro-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9976951086036940pt_BR
dc.contributor.referee1Pereira , Queli Lisiane Castro-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9976951086036940pt_BR
dc.contributor.referee2Lunardi , Rosaline Rocha-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2297919601343325pt_BR
dc.contributor.referee3Ferreira , Adriano Borges-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/6632693572143746pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2376737027374251pt_BR
dc.description.resumoA incidência de casos de infecção pelo Zika Vírus (ZIKV) impõe intensificação do cuidado às gestantes, devido ao risco eminente da incidência da microcefalia, consequência mais nefasta, da Síndrome Congênita causada pelo Zika Vírus. A transmissão vertical ou perinatal ocorre por via vetorial e implica uso efetivo de medidas preventivas no transcorrer da gestação de forma correta e contínua. Objetivou-se identificar as medidas preventivas, contra a infecção por ZIKV, utilizadas pelas gestantes usuárias do serviço de pré-natal. Assim, realizou-se pesquisa descritiva e exploratória com abordagem quantitativa. Participaram 42 gestantes usuárias das unidades do serviço de pré-natal do município de Pontal do Araguaia-MT. Utilizou-se entrevista semiestruturada como instrumento para a coleta de dados. O tratamento estatístico dos dados foi a partir da tabulação organizados no Microsoft Excel® 2010, oriundos das entrevistas semiestruturadas. Assim categorizadas, caracterização das gestantes e medidas preventivas utilizadas pelas gestantes contra a infecção por ZIKV. As gestantes caracterizaram-se, majoritariamente, jovens, 24,4 anos em média, pardas, com ensino fundamental completo, do lar, em situação conjugal estável, vivenciando a primeira gestação, não planejada e indesejada, renda familiar inferior a um salário mínimo. A maioria utiliza o repelente e a limpeza do quintal como medida preventiva, contra a infecção por ZIKV. Todavia, um terço, das gestantes não faz uso de nenhuma medida. Nenhuma utiliza o preservativo como forma de prevenir a transmissão sexual do vírus embora residam em área endêmica de Dengue e serem usuária do serviço de pré-natal. Conclui-se que a prevenção da SCZV se configura frágil. A vulnerabilidade socioeconômica, as ações tímidas e inespecíficas do planejamento reprodutivo, das ações de orientação pré-concepcional, a união estável vinculada a não utilização do preservativo são fatores de risco à transmissão sexual e vetorial do ZIKV. Urge popularizar a informação sobre as medidas preventivas à transmissão vertical do ZIKV.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS) – Araguaiapt_BR
dc.publisher.initialsUFMT CUA - Araguaiapt_BR
dc.publisher.programEnfermagem - CUApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpt_BR
dc.subject.keywordZika víruspt_BR
dc.subject.keywordGestantept_BR
dc.subject.keywordTransmissão verticalpt_BR
dc.subject.keywordInfecções sexualmente transmissíveispt_BR
dc.subject.keyword2Zika viruspt_BR
dc.subject.keyword2Pregnantpt_BR
dc.subject.keyword2Vertical transmissionpt_BR
dc.subject.keyword2Sexually transmitted infectionspt_BR
Aparece na(s) coleção(ções):Enfermagem - Araguaia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_2019_Helena dos Santos Castro Gomes.pdf2.1 MBAdobe PDFVer/Abrir    Request a copy


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.