Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1369
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorJuruna Neto Urébété, Mário-
dc.date.accessioned2019-07-22T11:52:30Z-
dc.date.available2019-04-25-
dc.date.available2019-07-22T11:52:30Z-
dc.date.issued2019-04-23-
dc.identifier.citationJURUNA NETO URÉBÉTÉ, Mário. A pediculose entre os Xavante: epidemiologia e breve etnografia. 2019. 37 f. TCC (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia, Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde, Barra do Garças, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://bdm.ufmt.br/handle/1/1369-
dc.description.abstractPediculosis is an exclusively human ectoparasitosis and of high prevalence from the earliest times, being considered a serious public health problem, above all in the school age group. Among Indigenous Peoples, has long been described as one of the most frequent ectoparasites, inclusive in the Xavante populations. Currently, pediculosis continues to seriously affect indigenous populations and the, even with this scenery, there is still a lack of studies on the subject. In this study, aimed to understand the occurrence of pediculosis among the Xavante of the São Marcos Indigenous Land. This is a cross-sectional descriptive study with a qualiquantitative approach. The research was conducted in the village Nossa Senhora de Guadalupe, located approximately 120 kilometers east of the municipality of Barra do Garças/MT. They were part of the study, 233 indigenous people living in that village during the collection period. The data were obtained through an interview with a script recorded on electronic media (voice recording) and a data form composed of the variables: sex, age, education and presence of pediculosis, completed by the researcher. f the 233 individuals examined, 51.1% were male and 48.9% female. Pediculosis has severely affected the population and Xavante culture-related factors have been identified that may interfere with the occurrence of pediculosis.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Geraldo Silva (gerald@bol.com.br) on 2019-07-22T11:52:30Z No. of bitstreams: 1 TCC_2019_Mário Juruna Neto Urébété.pdf: 590084 bytes, checksum: 62c90dd36a3f74f6b037543d0ede7f03 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-07-22T11:52:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC_2019_Mário Juruna Neto Urébété.pdf: 590084 bytes, checksum: 62c90dd36a3f74f6b037543d0ede7f03 (MD5) Previous issue date: 2019-04-23en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Mato Grossopt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.titleA pediculose entre os Xavante: epidemiologia e breve etnografiapt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Lunardi , Rosaline Rocha-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2297919601343325pt_BR
dc.contributor.referee1Lunardi, Rosaline Rocha-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2297919601343325pt_BR
dc.contributor.referee2Pereira, Queli Lisiane Castro-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9976951086036940pt_BR
dc.contributor.referee3Oliveira, Pâmela Roberta de-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/7596921362002765pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6345486816103449pt_BR
dc.description.resumoA pediculose é uma ectoparasitose exclusivamente humana e de elevada prevalência desde os tempos mais remotos, sendo considerada um sério problema de saúde pública, sobretudo em crianças na faixa etária escolar. Entre os povos indígenas, já foi descrita há muito tempo como umas das ectoparasitoses mais freqüentes, inclusive nas populações Xavante. Atualmente a pediculose continua afetando seriamente as populações indígenas e, mesmo com esse cenário, ainda há escassez de estudos sobre o tema. Neste estudo, objetivou-se compreender a ocorrência de pediculose entre os Xavante da Terra Indígena São Marcos.Trata-se de um estudo descritivo transversal de abordagem qualiquantitativa. A pesquisa foi realizada na aldeia Nossa Senhora de Guadalupe, localizado há aproximadamente 120 quilômetros ao leste do município de Barra do Garças/MT. Fizeram parte do estudo, 233 indígenas residentes naquela aldeia durante o período da coleta. Os dados foram obtidos por meio de entrevista com roteiro, gravada em mídia eletrônica (gravação de voz) e um formulário de dados composto pelas variáveis: sexo, idade, escolaridade e presença de pediculose, preenchido pelo pesquisador. Dos 233 indivíduos examinados 51,1% eram do gênero masculino e 48,9% do gênero feminino. A pediculose afetou gravemente a população e foram identificados fatores relacionados a Cultura Xavante que podem interferir na ocorrência de pediculose.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS) – Araguaiapt_BR
dc.publisher.initialsUFMT CUA - Araguaiapt_BR
dc.publisher.programEnfermagem - CUApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpt_BR
dc.subject.keywordSaúde de populações indígenaspt_BR
dc.subject.keywordInfestações por piolhospt_BR
dc.subject.keywordPediculuspt_BR
dc.subject.keyword2Health of indigenous populationspt_BR
dc.subject.keyword2Lice infestationspt_BR
dc.subject.keyword2Pediculuspt_BR
Aparece na(s) coleção(ções):Enfermagem - Araguaia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_2019_Mário Juruna Neto Urébété.pdf576.25 kBAdobe PDFVer/Abrir    Request a copy


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.