Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1721
Tipo documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Fabricação e caracterização de argamassas recicladas: Uso de agregado miúdo proveniente de resíduos da fabricação de elementos Pré-Moldados de concreto
Autor(es): FERREIRA, Luíz Carlos Magalhães
Orientador(a): MOURA, Cristopher Antonio Martins de
Membro da Banca: MOURA, Cristopher Antonio Martins de
Membro da Banca: FERREIRA, Raul Tadeu Lobato
Membro da Banca: BERTÉ, Susana Dalila Dolejal
Resumo : O setor da construção civil, é conhecido por apresentar grande influência na economia mundial e, na mesma magnitude ocasiona diversos problemas ambientais, dentre eles a extração exacerbada de matérias-primas não renováveis e a grande geração de resíduos, sendo considerado o maior gerador de resíduos sólidos do mundo, que são denominados de RCC (Resíduos da Construção Civil) ou de RCD (Resíduos de Construção e Demolição. No Brasil, a média de geração de resíduos sólidos chega a 300 kg/m², enquanto em países desenvolvidos não passa de 100 kg/m², isso está diretamente influenciado pelos padrões construtivos, que no Brasil, em sua maioria são muitos artesanais, ou seja, baseados em conversão e não em montagem. Tendo isso em vista, há a necessidade de implantação de novas técnicas e métodos construtivos sustentáveis, para que sejam minimizados os problemas existentes. Como a maior parte dos resíduos partem de dentro do setor da construção civil, a solução é reciclar esses RCCs e reutilizar esse material dentro da própria construção civil, trazendo-os de volta à cadeia produtiva. Nesse âmbito, a presente pesquisa procurou produzir argamassas recicladas com diferentes teores de agregados provenientes de resíduos de elementos pré-moldados de concreto. Primeiramente foi feita a coleta do RCC em uma fábrica local e, posteriormente submetido a um ensaio granulométrico, assim como a areia natural, para fins de comparação entre os dois agregados, sendo constatada uma diferença de dimensões dos grãos dos dois materiais, sendo assim foi feito uma adequação da granulometria do agregado reciclado tomando por base a granulometria da areia. Para a produção das argamassas, foi escolhido o traço de 1:2:9 (Cimento: Cal: Agregado miúdo), substituindo a areia natural por agregado reciclado em diferentes proporções e fixado uma relação de água/cimento. Foram fabricados corpos de provas prismáticos para os ensaios de resistência mecânica e cilíndricos para o ensaio de absorção de água por capilaridade. Ao completarem 28 dias de cura, os corpos de prova foram submetidos ao ensaio de resistência à tração na flexão, onde todas as argamassas recicladas tiveram comportamentos melhores que a argamassa comum, dentre elas, as com 15% e 20% de agregado reciclado apresentaram os maiores valores de resistência. Após esse ensaio, foi realizado o ensaio de resistência à compressão axial, onde a maioria das argamassas recicladas obtiveram resultados superiores à argamassa comum, em que se destacaram as que continham 15% e 20% de RCCs. Por último foi realizado o ensaio de absorção de água por capilaridade, onde se constatou que com exceção da argamassa reciclada de 20%, que obteve um aumento da absorção, as demais se mantiveram com níveis de absorção mais lento que o da argamassa comum de referência. Em suma, constatou-se que é possível a fabricação de argamassas recicladas com agregado advindo de resíduos de elementos pré-moldados de concreto, visto que nos ensaios submetidos, estas apresentaram resultados melhores que os da argamassa comum (sem resíduo). Contribuindo assim para o desenvolvimento sustentável do setor da construção civil, diminuindo a utilização de recursos não renováveis e a consequente geração de resíduos.
Resumo em lingua estrangeira: The construction sector is known to have great influence on the world economy and, in the same magnitude, causes several environmental problems, among them the intense extraction of non-renewable raw materials and the large generation of waste, being considered the largest generator of waste. In the world, which are called RCC (Construction Waste) or RCD (Construction and Demolition Waste. In Brazil, the average solid waste generation reaches 300 kg/m², while in developed countries it is only 100 kg/m², this is directly influenced by the building standards, which in Brazil are mostly handcrafted, ie based on conversion and not on assembly.In view of this, there is a need for the implementation of new sustainable construction techniques and methods to minimize existing problems. As most of the waste comes from within the construction industry, the solution is to recycle these RCCs and reuse this material within the construction industry itself, bringing it back to the production chain. In this context, the present research sought to produce recycled mortars with different aggregate contents from waste precast concrete elements. Firstly, the RCC was collected at a local factory and then subjected to a granulometric test, as well as natural sand, for comparison between the two aggregates, being found a difference in grain size of the two materials. an adjustment of the particle size of the recycled aggregate was made based on the sand particle size.. For the production of mortars, the trait of 1: 2: 9 (Cement: Lime: Aggregate) was chosen, replacing natural sand with recycled aggregate in different proportions and setting a water / cement ratio. Prismatic specimens were manufactured for mechanical strength tests and cylindrical specimens for capillary water absorption testing. After completing 28 days of cure, the specimens were submitted to the flexural tensile strength test, where all recycled mortars had better behavior than the common mortar, among them, those with 15% and 20% recycled aggregate presented higher resistance values. After this test, the axial compressive strength test was performed, where most of the recycled mortars had better results than the common mortar, in which the ones containing 15% and 20% of RCCs stood out. Finally, the capillarity water absorption test was carried out, where it was found that with the exception of the 20% recycled mortar, which obtained an increase in absorption, the others remained with slower absorption levels than the standard reference mortar. In short, it was found that it is possible to manufacture recycled mortar with aggregate from residues of precast concrete elements, since in the submitted tests, these presented better results than those of ordinary mortar (without residue). Thus contributing to the sustainable development of the construction sector, reducing the use of non-renewable resources and the consequent generation of waste
Palavra-chave: Resíduos da Construção Civil
Agregado Reciclado
Argamassa Reciclada
Palavra-chave em lingua estrangeira: Construction Waste
Recycled Aggregate
Recycled Mortar
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUA - Araguaia
Departamento: Instituto de Ciências Exatas e da Terra (ICET) – Araguaia
Programa: Engenharia Civil - CUA
Referência: FERREIRA, Luíz Carlos Magalhães. Fabricação e caracterização de argamassas recicladas: Uso de agregado miúdo proveniente de resíduos da fabricação de elementos Pré-Moldados de concreto. 2019. 89f. TCC (Graduação em Engenharia Civil) - Universidade Federal do Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia, Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Barra do Garças, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1721
Data defesa documento: 9-Aug-2019
Aparece na(s) coleção(ções):Engenharia Civil - Araguaia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_2019_ LUÍS CARLOS MAGALHÃES FERREIRA.pdf3.16 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.