Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/2484
Tipo documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Amido poroso como dispositivo de amorfização de carvedilol
Autor(es): Oliveira, Israel de França de
Orientador(a): Resende, Jackson Antônio Lamounier Camargos
Membro da Banca: Resende, Jackson Antonio Lamounier Camargos
Membro da Banca: Carneiro, Wilsione José
Membro da Banca: Véliz, Arturo Bismarck Linares
Resumo : O carvedilol é um fármaco da Classe II, de acordo com o Sistema de Classificação Biofarmacêutica (BCS), apresentando baixa solubilidade e alta permeabilidade. Uma forma de contornar essa condição é a obtenção de um material amorfo, o problema para tal material é a sua instabilidade. Nesse sentido, amorfização dos Insumos farmacêuticos ativos (IFAs) em sistemas adsorventes porosos mostra-se bastante promissora, uma vez que interações moleculares entre a nova forma sólida do fármaco com os sistemas adsorventes podem evitar a sua recristalização. Sendo assim, buscou-se desenvolver um sistema para amorfização de Carvedilol baseado em matrizes porosas de amido. O hidrogel de amido foi produzido mediante a incorporação de água sob aquecimento e agitação constante, posteriormente a água foi substituída do sistema por etanol gradualmente e por fim o etanol retirado por rotaevaporação. Dessa forma, formou-se os poros do amido. A incorporação da IFA se deu pelo método de carregamento pela evaporação do solvente e mistura física, isso nas proporções de 1:1, 2:1 e 3:1. As amostras foram submetidas a análise de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), termogravimétrica (TGA), calorimetria exploratória diferencial (DSC) e difração de raios-X. Nos resultados Termogravimétrico para o sistema com incorporação por solvente houve significativa mudança no comportamento dos transição térmica referente a fusão, de modo que, na proporção 3:1 o pico de fusão desaparece. Os espectros infravermelhos corroboram a presença do fármaco dentro da matriz polimérica. Tal afirmação pode-se confirmar pela banda característica do frmaco carvedilol em 1592 cm-1 . O DRX revelou que os para o sistema macerado não houve adequada incorporação do IFA à matriz, mas para o sistema com incorporação por solvente os picos de Bragg do fármaco foram desaparecem a medida que há aumento da proporção da matriz porosa. Dessa forma, é possível afirmar que o ASP configura-se como uma excelente estratégia para a amorfização do Carvedilol.
Resumo em lingua estrangeira: Carvedilol is a Class II drug, according to the Biopharmaceutical Classification System (BCS), with low solubility and high permeability. One way to circumvent this condition is to obtain an amorphous material, the problem for such material is its instability. In this sense, amorphization of Active Pharmaceutical Ingredients (APIs) in porous adsorbent systems is very promising, since molecular interactions between the new solid form of the drug and the adsorbent systems can prevent its recrystallization. Therefore, we sought to develop a system for amorphizing Carvedilol based on porous starch matrices. The starch hydrogel was produced by incorporating water under heating and constant stirring, then the water was gradually replaced by ethanol from the system and finally the ethanol was removed by rotary evaporation. In this way, the pores of the starch were formed. The incorporation of the API was carried out by the method of loading by solvent evaporation and physical mixing, in proportions of 1:1, 2:1 and 3:1. The samples were submitted to Fourier transform infrared (FTIR), thermogravimetric (TGA), differential scanning calorimetry (DSC) and X-ray diffraction analysis. In the Thermogravimetric results for the system with solvent incorporation, there was a significant change in the behavior of the thermal transition referring to melting, so that, in the 3:1 ratio, the melting peak disappears. Infrared spectra corroborate the presence of the drug within the polymer matrix. Such statement can be confirmed by the characteristic band of the carvedilol drug at 1592 cm-1. XRD revealed that for the macerated system there was no adequate incorporation of the API to the matrix, but for the system with solvent incorporation, the Bragg peaks of the drug disappeared as the proportion of the porous matrix increased. Thus, it is possible to affirm that ASP is an excellent strategy for the amorphization of Carvedilol.
Palavra-chave: Carvedilol
ASP
Amorfização
Palavra-chave em lingua estrangeira: Carvedilol
ASP
Amorphization
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUA - Araguaia
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS) – Araguaia
Programa: Farmácia - CUA
Referência: OLIVEIRA, Israel de França de. Amido poroso como dispositivo de amorfização de carvedilol. 2022. 44 f. Monografia (Bacharelado em Farmácia) - Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Mato Grosso, Barra do Garças, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdm.ufmt.br/handle/1/2484
Data defesa documento: 7-Jul-2022
Aparece na(s) coleção(ções):Farmácia - Araguaia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_20212_Israel_F_Oliveira.pdf1.5 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.