Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1179
Tipo documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: O uso de substâncias psicoativas entre estudantes de uma instituição pública de ensino superior no estado de Mato Grosso, Brasil
Autor(es): Rodrigues, Kaique Saimon Lemes Farias
Orientador(a): Lunardi, Rosaline Rocha
Membro da Banca: Lunardi, Rosaline Rocha
Membro da Banca: Lemes, Alisséia Guimarães
Membro da Banca: Nascimento, Vagner Ferreira do
Resumo : O uso de substâncias psicoativas (SPAs), pode ser caracterizado de acordo com o hábito de consumo do usuário, que varia desde a experimentação a dependência. Neste sentido, objetivou-se avaliar o consumo de substâncias psicoativas entre os estudantes de uma universidade pública no interior de Mato Grosso. Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa, realizado com 239 estudantes do Campus Universitário do Araguaia (I e II) da Universidade Federal de Mato Grosso nas cidades de Pontal do Araguaia-MT e Barra do Garças-MT, por meio do uso de um questionário semiestruturado e do Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST), entrevistados nos espaços comuns de vivência extraclasse. Os dados foram lançados e analisados no programa Microsoft Excel 2013. O estudo foi aprovado pela UFMT/CUA sob parecer nº515/705. Os universitarios tinham idade entre 18 a 51 anos, houve uma similaridade da amostra entre homens e mulheres, majoritariamente estudantes sem renda mensal, que residiam sozinhos ou com os pais. As SPAs mais consumidas foram o álcool, o tabaco e a maconha. O uso das SPA, segundo os estudantes deu-se por influência dos amigos, por curiosidade e por ansiedade. Os estudantes relataram prejuízos e danos decorrentes do uso de SPAs, tais como episódios de blackout (apagões, perda de memória), direção insegura, prática sexual sem proteção, faltas e reprovações na universidade. Apesar do grande número de usuários de SPA entre os estudantes, poucos procuraram instituições de saúde ou de apoio, como o Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS-AD), para enfrentar os problemas decorrentes do uso. Visando traçar estratégias de intervenção e de promoção da saúde, no contexto intracadêmico, buscou-se avaliar o uso e abuso de SPAs, através de um instrumento já validado, como teste para triagem do envolvimento com fumo, álcool e outras drogas (Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test – ASSIST), em que se detectou a necessidade de encaminhamento de estudantes para tratamento intensivo e, muitos outros em risco de migração para o uso abusivo destas substâncias. Os estudantes apontaram ainda os tipos de atividades preventivas ao uso de SPA, tais como palestras, rodas de conversa e atividades lúdicas como teatro, dança ou oficinas de bases educativas que melhorariam as campanhas educacionais da instituição. Desta forma, notou-se a importância do desenvolvimento de projetos integradores, com abordagens interdisciplinares, que abordem os determinantes e condicionantes do uso de SPA entre estudantes e, ainda, que promovam a integração social saudável.
Resumo em lingua estrangeira: O uso de substâncias psicoativas (SPAs), pode ser caracterizado de acordo com o hábito de consumo do usuário, que varia desde a experimentação a dependência. Neste sentido, objetivou-se avaliar o consumo de substâncias psicoativas entre os estudantes de uma universidade pública no interior de Mato Grosso. Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa, realizado com 239 estudantes do Campus Universitário do Araguaia (I e II) da Universidade Federal de Mato Grosso nas cidades de Pontal do Araguaia-MT e Barra do Garças-MT, por meio do uso de um questionário semiestruturado e do Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST), entrevistados nos espaços comuns de vivência extraclasse. Os dados foram lançados e analisados no programa Microsoft Excel 2013. O estudo foi aprovado pela UFMT/CUA sob parecer nº515/705. Os universitarios tinham idade entre 18 a 51 anos, houve uma similaridade da amostra entre homens e mulheres, majoritariamente estudantes sem renda mensal, que residiam sozinhos ou com os pais. As SPAs mais consumidas foram o álcool, o tabaco e a maconha. O uso das SPA, segundo os estudantes deu-se por influência dos amigos, por curiosidade e por ansiedade. Os estudantes relataram prejuízos e danos decorrentes do uso de SPAs, tais como episódios de blackout (apagões, perda de memória), direção insegura, prática sexual sem proteção, faltas e reprovações na universidade. Apesar do grande número de usuários de SPA entre os estudantes, poucos procuraram instituições de saúde ou de apoio, como o Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS-AD), para enfrentar os problemas decorrentes do uso. Visando traçar estratégias de intervenção e de promoção da saúde, no contexto intracadêmico, buscou-se avaliar o uso e abuso de SPAs, através de um instrumento já validado, como teste para triagem do envolvimento com fumo, álcool e outras drogas (Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test – ASSIST), em que se detectou a necessidade de encaminhamento de estudantes para tratamento intensivo e, muitos outros em risco de migração para o uso abusivo destas substâncias. Os estudantes apontaram ainda os tipos de atividades preventivas ao uso de SPA, tais como palestras, rodas de conversa e atividades lúdicas como teatro, dança ou oficinas de bases educativas que melhorariam as campanhas educacionais da instituição. Desta forma, notou-se a importância do desenvolvimento de projetos integradores, com abordagens interdisciplinares, que abordem os determinantes e condicionantes do uso de SPA entre estudantes e, ainda, que promovam a integração social saudável.
Palavra-chave: Detecção do abuso de substâncias
Serviços de saúde para estudantes
Saúde mental
Educação em saúde
Redução do dano
Assist.
Palavra-chave em lingua estrangeira: Detection of substance abuse
Health services for students
Mental health
Health education
Harm reduction
Assist.
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUA - Araguaia
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS) – Araguaia
Programa: Enfermagem - CUA
Referência: RODRIGUES, Kaique Saimon Lemes Farias. O uso de substâncias psicoativas entre estudantes de uma instituição pública de ensino superior no estado de Mato Grosso, Brasil. 2019. 70 f. TCC (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia, Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde, Barra do Garças, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1179
Data defesa documento: 13-Apr-2019
Aparece na(s) coleção(ções):Enfermagem - Araguaia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_2019_Kaique Saimon Lemes Farias Rodrigues.pdf2.01 MBAdobe PDFVer/Abrir    Request a copy


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.