Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1565
Tipo documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Atresia anal em cães : relato de 2 casos
Outros títulos: Atresia anal em cães : relato de dois casos
Autor(es): Anunciação Filho, Wellington Monteiro da
Ribeiro, Alexandre Pinto
Silveira, Bruna Carvalho
Orientador(a): Ribeiro, Alexandre Pinto
Membro da Banca: Ribeiro, Alexandre Pinto
Membro da Banca: Martini, Andresa de Cássia
Membro da Banca: Stocco, Matias Bassinello
Resumo : As malformações congênitas anorretais são raras em cães e gatos filhotes, sendo a atresia anal associada à fístula retovaginal ou retouretral a mais frequente. O diagnóstico é baseado no histórico, sinais clínicos, exame físico e exame complementares e o tratamento consiste na correção cirúrgica da fistula, reconstrução vaginal e da porção final do reto. O objetivo deste trabalho é relatar a correção cirúrgica de 2 cães diagnosticados com atresia anal, diagnosticados com atresia anal tipo II e tipo IV. Descreve-se nesse relato as técnicas cirúrgicas realizadas em cada paciente, bem como as complicações operatórias desenvolvidas e o manejo terapêutico instituído. O tratamento cirúrgico, mostrou-se eficaz no pimeiro cão relatado, pois permitiu a manutenção das funções normais dos tratos geniturinário e gastrointestinal do paciente. O segundo canino apresentou complicações operatórias e veio a óbito 75 dias após o procedimento cirúrgico. Assim, evidencia-se que a realização precoce do diagnóstico de atresia anal e cirurgia corretiva pode contribuir para melhores chances de sobrevivência ao paciente. Contudo, complicações pós-operatórias são comuns em cães com atresia anal e podem estar associadas a um pior prognóstico em alguns cães.
Resumo em lingua estrangeira: Abstract - As anorectal congenital malformations are rare in puppies and puppies, an anal atresia associated with rectovaginal or retourethral fistula is the most frequent. The diagnosis is based on the history, clinical signs, physical examination and complementary examination and treatment in the surgical correction of fistula, vaginal reconstruction and final portion of the rectum. The objective of this study is to report a surgical correction of 2 dogs diagnosed with anal atresia, diagnosed with type II and type IV anal atresia. This report describes the surgical techniques performed in each patient, as well as developmental solutions and therapeutic management. Surgical treatment proved to be effective in the reported dog as it allowed maintenance of the normal functions of the genitourinary and gastrointestinal tracts of the patient. The second canine presented operative complications and died 75 days after the surgical procedure. Thus, it is evident that the early realization of the diagnosis of anal atresia and corrective surgery may contribute to better chances of survival to the patient. However, postoperative complications are common in dogs with anal atresia and may be associated with a worse prognosis in some dogs.
Resumen - Las malformaciones congénitas anorrectales son raras en perros y gatos crías, siendo la atresia anal asociada a la fístula retovaginal o retouretral la más frecuente. El diagnóstico se basa en el historial, signos clínicos, examen físico y examen complementarios y el tratamiento consiste en la corrección quirúrgica de la fístula, la reconstrucción vaginal y la porción final del recto. El objetivo de este trabajo es relatar la corrección quirúrgica de 2 perros diagnosticados con atresia anal, diagnosticados con atresia anal tipo II y tipo IV. Se describe en este relato las técnicas quirúrgicas realizadas en cada paciente, así como las complicaciones operativas desarrolladas y el manejo terapéutico instituido. El tratamiento quirúrgico, se mostró eficaz en el pimero perro relatado, pues permitió el mantenimiento de las funciones normales de los tratos genitourinario y gastrointestinal del paciente. El segundo canino presentó complicaciones operativas y llegó a la muerte 75 días después del procedimiento quirúrgico. Así, se evidencia que la realización precoz del diagnóstico de atresia anal y cirugía correctiva puede contribuir para mejores posibilidades de supervivencia al paciente. Sin embargo, las complicaciones postoperatorias son comunes en perros con atresia anal y pueden estar asociadas a un peor pronóstico en algunos perros.
Palavra-chave: Canino
Anoplastia
Episiotomia
Palavra-chave em lingua estrangeira: Canine
Anoplasty
Episiotomy
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Medicina Veterinária (FAVET)
Programa: Especialização em Residência Uniprofissional em Medicina Veterinária - CUC
Referência: ANUNCIAÇÃO FILHO, Wellington Monteiro da. Atresia anal em cães: relato de 2 casos. 2018. 19 f. TCC (Especialização em Residência Uniprofissional em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Medicina Veterinária, Cuiabá, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1565
Data defesa documento: 28-Feb-2018
Aparece na(s) coleção(ções):Residência Uniprofissional em Medicina Veterinária

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCP_2018_Wellington Monteiro da Anunciação Filho.pdf586.79 kBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.