Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1626
Tipo documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Interação edulcorantes e microbiota : uma revisão sistemática
Autor(es): Marin, Rafaela Carlini
Orientador(a): Bianchini, Maria das Graças de Assis
Membro da Banca: Bianchini, Maria das Graças de Assis
Membro da Banca: Beserra, Bruna Teles Soares
Membro da Banca: Morzelle, Maressa Caldeira
Resumo : Esta revisão é sobre a interação de edulcorantes com a microbiota intestinal. O objetivo geral deste trabalho é entender quais as consequências do uso de edulcorantes na microbiota intestinal. Foram realizadas buscas por artigos científicos utilizando os seguintes termos para busca: saccharin and microbiota; sucralose and microbiota; acessulfame-K and microbiota; aspartame and microbiota; microbiota and sweeteners; non-caloric sweetener and microbiota. O único fator de exclusão seriam os estudos que eram revisões bibliográficas. Três dos artigos revisados mostram aumento das proporções do filo como Firmicutes e diminuição de Bacteroides, que estão relacionadas com desenvolvimento da obesidade e que nestes estudos induziram a obesidade, resistência insulínica e a hipercolesterolemia. Houve também aumento significativo da bacteria Lactobacillaceae (2,1 vezes), que é benéfica para a microbiota intestinal. Foi constatado que em alguns estudos houve aumento de peso corporal e fecal, entretanto um dos estudos mostra que não houve alteração de peso. Conclui-se diante dos dados expostos, que o consumo de edulcorantes interage direta e indiretamente na microbiota intestinal. Contudo sugere-se a necessidade de novos estudos para avaliar o papel dos edulcorantes e alterações da microbiota intestinal. Isto é particularmente importante, dado o consumo crescente de edulcorantes.
Resumo em lingua estrangeira: This review is about the interaction sweeteners in the intestinal microbiota. The general objective of this work is to understand the consequences of the use of sweeteners in the intestinal microbiota. We searched for scientific articles using the following search terms: non-caloric sweetener; saccharin and microbiota; microbiota and sweeteners; non-caloric sweetener and microbiota; gut microbiota; sweetener. The only exclusion factor would be the studies that were bibliographic reviews. Three of the articles reviewed show an increase in the proportions of the Firmicutes phylum and decrease in Bacteroides, which are related to the development of obesity and that in these studies induced obesity, insulin resistance and hypercholesterolemia. There was also a significant increase in the bacterium Lactobacillaceae (2.1 times), which is beneficial to the intestinal microbiota. It was found that there was some type of study there was increase of body and fecal weight, however one of the studies shows that there wasn’t change in weight. It is concluded from the data presented, that the consumption of sweeteners interacts directly and indirectly in the intestinal microbiota. However, it’s suggested that new studies are needed to evaluate the role sweeteners and changes in the intestinal microbiota. This is particularly important given the increasing consumption of sweeteners.
Palavra-chave: Edulcorantes
Adoçante não calórico
Microbiota intestinal
Palavra-chave em lingua estrangeira: Sweeteners
Non-caloric sweeteners
Gut microbiota
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Nutrição (FANUT)
Programa: Nutrição - CUC
Referência: MARIN, Rafaela Carlini. Interação edulcorantes e microbiota: uma revisão sistemática. 2019. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) – Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Nutrição, Cuiabá, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdm.ufmt.br/handle/1/1626
Data defesa documento: 3-Apr-2019
Aparece na(s) coleção(ções):Nutrição - Bacharelado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_2019_Rafaela Carlini Marin.pdf413.61 kBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.